Utopia

Na Grécia antiga, berço da democracia. Os homens passavam o dia praticando esportes, frequentando os banhos públicos e fazendo política. Na praça, aproximadamente 6 mil cidadãos se juntavam todos os dias. Ali discutiam e resolviam os destinos de Atenas e do vasto império grego. A cada 30 dias novos dirigentes eram eleitos, não havendo assim tempo para a corrupção se instalar. Na Grécia antiga, berço da democracia. Os homens passavam o dia praticando esportes, frequentando os banhos públicos e fazendo política. Na praça, aproximadamente 6 mil cidadãos se juntavam todos os dias. Ali discutiam e resolviam os destinos de Atenas e do vasto império grego. A cada 30 dias novos dirigentes eram eleitos, não havendo assim tempo para a corrupção se...

Leia Mais

Quem afundou o Titanic

       Balançava a rede de um lado pro outro, os pensamentos lidando com o dilema: fazer ou não a lição que a professora de literatura solicitara. Olhava o céu manchado de nuvens escuras e a inércia tomava conta dele. – Vai chover, melhor ir pra cama – pensava, se espreguiçava, mas não se movia dali, balançando.           Foi então que sentiu aquela presença etérea, mas conhecida, uma voz que lhe falava, que discutia seus pontos de vista. Ela chegou dizendo:          – Larga de preguiça, escritor! Pra que se matriculou na oficina? Agora tem que ir até o fim. Para alguém que nasceu sob o signo de Áries,...

Leia Mais

Socorro!

Era uma bela manhã de fins de maio, época preferida pelos cineastas para filmar cenas externas no trópico de Capricórnio, onde e quando o Sol incide limpo sobre a terra, atravessando uma atmosfera sem nuvens. Era uma bela manhã de fins de maio, época preferida pelos cineastas para filmar cenas externas no trópico de Capricórnio, onde e quando o Sol incide limpo sobre a terra, atravessando uma atmosfera sem nuvens. O set de filmagem estava montado na areia da praia, ao fundo o mar carioca. Por vício, Alice deu uma última ajeitada no cabelo e colocou-se na posição que o diretor lhe havia indicado. – Câmera, ação! Ela começou a despir-se, delicadamente tirando uma a uma as peças de seu vestuário, fazendo aparecer seu magnífico...

Leia Mais

O Cordeiro

Três quarteirões até chegar em casa numa tarde quente, a mochila pesada de livros, o suor molhando, mais um dia inteiro de aulas chatíssimas, felizmente ficou para trás.  Jogar-me no sofá, ligar a tevê e não pensar em mais nada, era o filme que rolava em minha testa por dentro, meu desejo. Mas quando cheguei, o pesadelo começou. Três quarteirões até chegar em casa numa tarde quente, a mochila pesada de livros, o suor molhando, mais um dia inteiro de aulas chatíssimas, felizmente ficou para trás.  Jogar-me no sofá, ligar a tevê e não pensar em mais nada, era o filme que rolava em minha testa por dentro, meu desejo. Mas quando cheguei, o pesadelo começou. Já estranhei a porta destrancada. Minha avó, já bem idosa, e a irmã dela,...

Leia Mais

Diante do Altar

Os dias se estendiam longamente, o tempo era súdito da imaginação. Aos seis anos, de tão curiosos, seus olhos pareciam maiores que o corpo, querendo desvendar o que havia por detrás das aparências. Filho de protestantes metodistas, o cristianismo era uma filosofia presente em sua infância. Gostava das histórias bíblicas que seu pai lhe contava para dormir. Preferia as aventuras de José do Egito. Ia à igreja toda semana na escola dominical. Mas ali sentia-se deslocado, prisioneiro de muitas regras. Às vezes, queria rir ao invés de orar. Era como se não pertencesse ao mundo daquelas pessoas grandes. Não é assim que se sentem todas as crianças? Foi naquele ano que ouviu os adultos comentarem que um rapaz da vizinhança contraíra...

Leia Mais