Vermes esverdeados

O sol do deserto matou esturricado um cachorro peludo. Dias depois, abutres revoavam ao redor, esperando que a carne apodrecesse ao ponto. De uma caravana que passava, um menino de dois anos foi abandonado nas areias quentes pelo pai que duvidava daquela paternidade. O pequeno olhou a redor, só areia, céu azul, luz implacável e abutres girando no alto. Sede e fome, decidiu procurar: um pouco andando, outro pouco engatinhando. Ao longe, as risadas doentias das hienas famintas. Deparou-se com os restos mortais do cachorro. Primeiro acariciou o animal, depois… A fome apertou e ele deu a primeira mordida numa pata, depois noutra… A fome era tanta que nem se incomodou com os vermes que se desprendiam da carne podre, continuou devorando os...

Leia Mais

Utopia

Na Grécia antiga, berço da democracia. Os homens passavam o dia praticando esportes, frequentando os banhos públicos e fazendo política. Na praça, aproximadamente 6 mil cidadãos se juntavam todos os dias. Ali discutiam e resolviam os destinos de Atenas e do vasto império grego. A cada 30 dias novos dirigentes eram eleitos, não havendo assim tempo para a corrupção se instalar. Na Grécia antiga, berço da democracia. Os homens passavam o dia praticando esportes, frequentando os banhos públicos e fazendo política. Na praça, aproximadamente 6 mil cidadãos se juntavam todos os dias. Ali discutiam e resolviam os destinos de Atenas e do vasto império grego. A cada 30 dias novos dirigentes eram eleitos, não havendo assim tempo para a corrupção se...

Leia Mais

Quem afundou o Titanic

       Balançava a rede de um lado pro outro, os pensamentos lidando com o dilema: fazer ou não a lição que a professora de literatura solicitara. Olhava o céu manchado de nuvens escuras e a inércia tomava conta dele. – Vai chover, melhor ir pra cama – pensava, se espreguiçava, mas não se movia dali, balançando.           Foi então que sentiu aquela presença etérea, mas conhecida, uma voz que lhe falava, que discutia seus pontos de vista. Ela chegou dizendo:          – Larga de preguiça, escritor! Pra que se matriculou na oficina? Agora tem que ir até o fim. Para alguém que nasceu sob o signo de Áries,...

Leia Mais

Socorro!

Era uma bela manhã de fins de maio, época preferida pelos cineastas para filmar cenas externas no trópico de Capricórnio, onde e quando o Sol incide limpo sobre a terra, atravessando uma atmosfera sem nuvens. Era uma bela manhã de fins de maio, época preferida pelos cineastas para filmar cenas externas no trópico de Capricórnio, onde e quando o Sol incide limpo sobre a terra, atravessando uma atmosfera sem nuvens. O set de filmagem estava montado na areia da praia, ao fundo o mar carioca. Por vício, Alice deu uma última ajeitada no cabelo e colocou-se na posição que o diretor lhe havia indicado. – Câmera, ação! Ela começou a despir-se, delicadamente tirando uma a uma as peças de seu vestuário, fazendo aparecer seu magnífico...

Leia Mais